Polly e Ioio

 
Bom, eu geralmente não coloco minhas preocupações na internet, mas eu preciso desabafar, porque estou super preocupada com minha cadelinha, Polly.... ^^

Ela é uma linda Yorkshire (a mais linda na minha opinião) e ela está com luxação de patela nas duas patinhas traseiras! Ela está morrendo de dor, ela mal consegue andar mais, mesmo ela se esforçando bastante, e ela sempre foi cheia de energia, quando não sentia dor na pata, ela andava de um jeito todo dela, orgulhosa e rebolando o bumbum, era extremamente engraçado de se ver XP

O veterinário falou que vai ter que operar as patinhas, mas a gente fica com o pé atrás, afinal nenhum veterinário da 100% de melhora depois da cirurgia, e é um processo dolorido para o cachorro e não quero operá-la, para ela ficar bem por um tempo e depois ela voltar a sentir novamente dor nas patinhas, não seria justo com ela, fazê-la passar por um processo tão dolorido e depois ela sentir novamente dor na pata =/ Então estou com um pé atrás, será que alguém que acompanha meu blog já teve ou tem um cachorrinho com esse problema e o operou? Apenas para eu saber se vale a pena operar.... Porque realmente fico com um pouco de receio dela ficar com anestesia e tudo isso, afinal ela só tem 4 Kg e já teve de ser castrada por um problema no seu útero.... Não quero fazê-la passar por uma cirurgia desnecessária....

Polly

Bom, espero que vocês me ajudem, obrigada ^^
E se vocês não acreditam que ela é a mais linda, aqui está uma foto dela, e claro, que também vou colocar uma foto do meu outro cachorrinho, não posso apenas colocar um, não é mesmo? O nome do macho é Ioio XP



Ioio
Bjuuuuuuuussssss,

Camille

3 Responses so far.

  1. Boa noite, imagino sua preocupação, não é uma decisão fácil, e sua Polly é mesmo uma princesa! A luxação na patela é muito comum nos cães de pequeno porte, infelizmente. Tenho uma maltesinha de quase 15 anos (tem me deixado de cabelo em pé, com tantos probleminhas que surgem com a idade) que, de vez em quando, tem esse problema, mas não chegou ao ponto de ter que operar.
    O pior é que, mesmo operando, o problema pode retornar, mas em menor intensidade, pelo que me disseram.
    Se a sua linda Polly está sentindo muita dor e não passa, provavelmente seja mesmo necessário operar! :( Seria bom você ouvir mais alguma opinião, tem algum hospital veterinário de faculdade perto de onde você mora? Esses hospitais em faculdade costumam ser ótimos para nos dar um diagnóstico preciso, pois têm muitos professores especialistas que não visam o lucro das cirurgias. Além de que os centro cirúrgicos nessas faculdades são bem equipados.

    Sinto muito pelo que você está passando, sei bem como é, sofri muito quando a minha teve piometra aos 11 anos e ficou muito mal (precisou operar as pressas e ainda sendo cardíaca, mas deu tudo certo!). Gostaria de poder ajudar mais, e espero que sua bonequinha fique boa logo. Não deixe de nos manter informados! :) bjoss

  2. Olá querida Camille Storch, Boa noite!

    Em primeiro lugar vamos manter a calma, muita calma nessa hora! Diminua a ansiedade, ok?!
    Respire fundo e conte devagar até 10 de trás para frente. Eu sei que você consegue...
    Quando eu era criança já tive um cachorrinho, então fica fácil entende-la neste momento.
    Acontece que, antes da senhorita tomar uma decisão tão importante, se deve operar
    a Polly ou não, consulte outros veterinários pelo menos mais dois. Porque toda operação
    precisa ter cautela e planejamento, não se deve fazer isso assim às pressas, sem o
    parecer de outros veterinários. O que você faz é para o bem da sua cadelinha,
    no momento certo você saberá o que é melhor para ela; Confie nos seus instintos
    e seja forte! Fique bem e boa sorte.

    Até mais,
    Allison Domingues


    P.S.: Francamente os seus filhotes são lindos que nem a mãe! (risos)

  3. Daniela e Allison,

    Agradeço demais o apoio de vocês nesse momento^^
    Levarei em consideração, as dicas e os conselhos dados

    Obrigada novamente,
    Camille

Deixe seu Comentário